O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 

Mapa de navegação:

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 

 

AnteriorInícioPróximo
3.1. MONITORAMENTO: INDICADORES

Os indicadores devem ser diretamente relacionados aos objetivos do projeto de mitigação. Se as estruturas visam preferencialmente reduzir a mortalidade, o número total de atropelamentos em um determinado trecho deve ser o parâmetro a ser controlado, considerando-se, caso pertinente, as frequências específicas referentes às espécies-alvo. Se a conectividade dos hábitats for a principal meta, medidas de diversidade e abundância nos locais de interesse poderão avaliar a eficácia do sistema de mitigação implantado.

A própria necessidade da existência de medidas mitigadoras é uma questão central a ser avaliada, estimando-se o sucesso da travessia da fauna antes e depois da pavimentação ou duplicação da rodovia, incluindo como controle segmentos com características similares nos quais não foram implantadas medidas de proteção. É importante, portanto, que o tipo de monitoramento selecionado seja adequado à informação que se deseja obter.

 


AnteriorInícioPróximo


CONECTE - Guia de procedimentos para mitigação de efeitos de rodovias sobre a fauna
©2012 Mozart S. Lauxen e Andreas Kindel

Atualizado em: Tuesday, August 21, 2012 15:23

ATENÇÃO: Este site é melhor visualizado com Google Chrome 19.0.1084.56 ou superior OU Mozilla Firefox versão 13.0.1 ou superior
Site Meter